pra quando você acordar

por Bettina Bopp

E o céu de um azul celeste celestial

Você não vai acreditar, mas esse fim de semana me peguei repetindo para os meus filhos as lendas urbanas contadas pela vó Gilda. Comecei falando que o clima de Santa … Continuar lendo

junho 15, 2016 · 16 Comentários

Atordoado eu permaneço atento

Você não vai acreditar, mas o agressor dorme no homem comum. Forte, não é? Li a frase em uma reportagem de um jornalista. Ele participou da sessão de um grupo … Continuar lendo

maio 29, 2016 · 1 comentário

 A tua ausência me causou um caos

Você não vai acreditar, mas a gente é feito de estrela. Não, não tô inventando. E não é um privilégio nosso. Todo ser humano é formado por elementos que vieram … Continuar lendo

maio 23, 2016 · 19 Comentários

Em tudo eu via a voz de minha mãe

  Você não vai acreditar, mas eu já nem sei mais o que dizer dela. Dela quem? Da mãe. Essa mania que ela tem de se transformar em tudo, de … Continuar lendo

maio 8, 2016 · 8 Comentários

You say “why” and I say “I don’t know”

Você não vai acreditar, mas semana passada fiquei de ressaca: cabeça pesada, gosto amargo na boca, vontade de não falar nada, só deixar o tempo passar. Não, não foi ressaca … Continuar lendo

abril 25, 2016 · 15 Comentários

Olhou pra mim, olhou pra mim e fez assim

Você não vai acreditar, mas uma lagartixinha mora no meu carro. Isso mesmo que você ouviu: no meu carro mora uma lagartixa-doméstica-tropical, também conhecida como briba, labigó, osga, tiquiri, crocodilinho … Continuar lendo

abril 10, 2016 · 21 Comentários

Ah, look at all the lonely people

Você não vai acreditar, mas Albert Woodfox passou 43 anos na solitária de uma prisão americana. Nas 23 horas diárias dentro da cela, o Pantera Negra leu qualquer coisa que caísse … Continuar lendo

abril 3, 2016 · 16 Comentários