pra quando você acordar

por Bettina Bopp

Me deixe sim, mas só se for pra ir ali e pra voltar

pais 003a

Você não vai acreditar. Preparado? A mãe foi fazer bo-li-nho-de-chu-va, sozinha, às dez horas da noite da última terça-feira, depois de ter lavado a cozinha. O que aconteceu? Caiu, quebrou o fêmur – o outro! – e precisou ser operada. Não, nem precisa ficar bravo. Ela já ouviu de mim e do Fabio tudo o que tinha de ouvir. A gente nem conseguiu se revezar na tática do good cop e o bad cop. Ficamos, os dois, furiosos.

E ficamos furiosos, porque a gente já sabia o que esperar. A recuperação é difícil e lenta. E hospital é muito chato. Acho que aqui se envelhece em um dia, o que se envelheceria em um ano lá fora. Okay, estou dramática.

Dramática e presa aqui com ela neste quarto de UTI. Olho em volta, nos outros quartos, e vejo o quanto ela está ótima. Agora há pouco, pediu pra passar um rímel, um blush e um creme antiidade porque o médico viria no quarto. Pediu também pra eu buscar um doce lá fora e ficou brava quando eu disse que era proibido. “Pra que dieta leve? Não to sentindo nada!”.

Depois cismou que a enfermeira tinha dado algum remédio errado. E queria usar o celular pra avisar umas amigas – talvez 40 – que tinha quebrado a perna. Comecei a me irritar. Saí para respirar um pouco fora do ovo. O clima na sala de espera da UTI era tão triste que me arrependi. Duas famílias choravam seus familiares. A dor era tão contagiante que quase abracei uma senhora que nunca vi, sentada numa cadeira de rodas, com um lencinho bordado na mão.

Já voltei rápido pra cá, contrabandeei no corredor umas geléias e ela comeu o doce desejado e improvisado. Tô achando o máximo ela estar aqui, conversando e reclamando. Quero ouvir as histórias da tia Nana, de Santa Rita e dos Jogos Abertos. Vamos falar mal das enfermeiras, da sopa sem sal e da Cléo Pires: “Tem uma cara de antipática, você não acha?”

Vou cantar o trecho de alguma música e perguntar o nome. Ela certamente saberá e vai cantarolar a música inteira. Vou comentar sobre a aula aberta de canto da Mari e combinar que na próxima a gente vai participar.

Quero que ela conte de novo de quando ela e o pai se conheceram. Que ela fale que tomaram um suco de laranja no primeiro encontro. Que diga que a vó Silvinha a achou a pessoa mais colorida que ela já tinha visto. Que lembre que a vó Gilda fez sopa de tomate com pipoca no jantar pra conhecer o pai. Vamos rir e chorar um pouquinho de saudade.Teremos esse tempo só nosso.

Amar o perdido deixa confundido este coração. Que bom que esta frase não nos cabe agora. Não perdemos nada nem ninguém. A mãe tá aqui e eu a amo incessantemente, apesar dos bolinhos de chuva

Anúncios

9 comentários em “Me deixe sim, mas só se for pra ir ali e pra voltar

  1. Mariana Anacleto
    setembro 13, 2014

    Pode avisar D. Elvira que espero as duas para a próxima aula. Bons momentos, queridas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. lulicrespin
    setembro 14, 2014

    E se sábado tem cor de domingo ou não é o que menos importa
    O que realmente importa Ita?
    Importa seu sorriso repentino
    A chegada dos filhos do Fábio na sala sorrindo
    Os dias livres da Maria
    As superações da Bubu
    As cambalhotas do Folk
    A espera da gatinha nova
    O escritório novo presenteado pelo Decora
    As histórias do Lucca
    Ouvir a Be falar da escola e dos alunos
    As aventuras do Fabio
    O almoço de domingo da Maria Elvira
    O que importa é que temos tudo isso que para tanta gente é tão pouquinho
    Quem tenho hoje é meu tesouro, minha calma, meu porto seguro
    E todos os momentos são inesquecíveis mesmo que pareçam iguais
    Quero tudo no lugar, quero as vozes no fundo os cheiros e sabores
    Quero repetir muitas coisas que sempre são e serão diferentes
    Mas que fazem minha vida acolhida e nunca solitária
    Sua mãe deu mais um susto Ita
    Maria Elvira quem dera todos os corpos que sua mente carrega aguentassem suas baterias recarregáveis
    Sua mãe Ita tem uma das mentes mais brilhantes que poderia existir
    Não sei se saberia lidar com metade do que ela lida com tanta desenvoltura e senso de humor
    Hoje o sábado e o domingo são para ela
    Porque não importa o que a gente tem, mas quem tem
    ❤️

    Curtido por 1 pessoa

  3. bettinabopp
    setembro 14, 2014

    ❤ ❤ ❤

    Curtir

  4. Bruna
    setembro 15, 2014

    Os bolinhos de chuva já estão famosos no hospital. Assim como o álbum com as fotos dos netos, as histórias e os sorrisos da vovó.
    Texto lindo, mãe.
    Te amo!!

    Curtido por 1 pessoa

  5. bettinabopp
    setembro 15, 2014

    Vc é minha! Te amo, Bubu!

    Curtir

  6. Luis Henrique M. Pimentel
    setembro 17, 2014

    Êta!!!Mas essa Maria Elvira é muito travessa!! Vamos torcer para que saia logo daí e volte pra casa dela. Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em setembro 13, 2014 por .