pra quando você acordar

por Bettina Bopp

O tempo acordado de viver

Você não vai acreditar, mas estou sem assunto pra conversar com você essa semana. Na verdade, assunto tem, mas não sei qual escolher. E olha que foi uma semana movimentada.

Poderia contar que nos últimos dias, o conflito entre israelenses e palestinos, na Faixa de Gaza, se intensificaram. Não dá pra dizer que recomeçaram, porque o que existe por alguns períodos é apenas trégua. Há sempre guerra, nunca paz. E mais de 300 pessoas já morreram.

Poderia informar que a Copa do Mundo do Brasil terminou melancólica, com o Felipão sendo culpado e criticado pela mesma teimosia que mostrou em 2002, mas que na época foi elogiada.

Poderia dizer que um avião de uma empresa da Malásia foi derrubado por um míssil, o que matou as 295 pessoas a bordo. E ainda não se sabe se foi lançado por russos, ucranianos ou separatistas. Dezenas de especialistas em AIDS estavam neste avião.

Poderia falar que um buraco de até 80 metros de largura  foi descoberto em Yamal, no extremo norte da Sibéria. E que a causa é ainda desconhecida. E que Yamal significa “Fim do Mundo”.

Poderia comunicar que o João Ubaldo morreu ontem – você quem me emprestou a Casa dos Budas Ditosos, lembra? – e que hoje foi a vez do Rubem Alves ir embora.

Mortos os deuses, mortos os heróis, mortas as verdades e os absolutos.

Mas se não consegui escolher, acho que é porque não preciso falar das guerras, das tragédias, das tristezas. É porque não preciso falar das faltas, das ausências, das dúvidas.

Tudo isso que eu poderia dizer, também poderia esperar.

Queria, então, contar que foi a colação de grau do Lucca em Direito e ele começou a pós em Publicidade nesta mesma semana. Ele está feliz, apesar do joelho quebrado.

Queria comentar que levei a mãe nos últimos dias pra fazer exames de rotina. E ainda comprei pneus pro meu carro, fiz alinhamento, balanceamento e troquei o óleo – e que odiei mais uma vez você não estar por perto pra me dizer aonde ir e brigar comigo por causa do filtro de ar.

Queria dizer que os estrangeiros que vieram pra Copa se surpreenderam com a amabilidade, a alegria e a simplicidade do povo brasileiro. E estranharam o hábito de se comer coração de galinha e tanta farofa por aqui.

Queria confessar que fiquei viciada em algumas séries americanas. E que é entretenimento puro, não tem nada de profundidade, mas adoro Dexter, Breaking Bad e Game of Thrones. Foi a Maria quem me mostrou cada uma delas. Não sei se você assistiria – você não gostava de Friends! – embora tenha influenciado meus filhos a gostarem de Anos Incríveis.

Queria mostrar que a lua do último final de semana foi particularmente enorme e brilhante e que o por do sol deste final de semana deixou o céu quase lilás. E foi lindo.

Queria perguntar, aproveitando que o Maurício te visitou ontem, qual das músicas você mais gostou de ouvi-lo tocar: “Sem Fantasia” ou “Lá no Pé da Serra”? Ou o que você buscava quando olhou profundamente nos olhos d’água da Maria Ester na sexta passada?

Queria, por fim, avisar que, além das coisas aqui de casa, a Bruna está organizando as coisas da casa da mãe. Já encontrou preciosidades: a filmadora do pai de 74, um case de violão antigo, sua coleção de LPs dos Beatles e slides, muitos slides. Tenho passado as tardes contraluz olhando os registros do nosso passado.

Ita, o “poder dizer” ou o “querer dizer”, não importa em que tempo verbal sejam usados, fazem parte desse meu tempo acordado ainda sem você.

Anúncios

8 comentários em “O tempo acordado de viver

  1. Juliana Navarro
    julho 20, 2014

    Lindo, como todos os textos escritos por vc! Emoção, ternura, saudades, esperança, vida e tantas outras coisas que contém em suas palavras. Grande bj e uma ótima semana

    Curtido por 1 pessoa

  2. bettinabopp
    julho 20, 2014

    Ótima semana, Juliana! Beijo grande!

    Curtir

  3. Lulicrespin
    julho 20, 2014

    Hoje a Be, falou de tantas coisas para você no blog Ita
    Tivemos uma semana de grandes perdas
    Literárias, científicas, pessoas no lugar errado na hora errada
    As guerras, guerras que serão sempre tristes e sem um sentido para mim
    O mundo parece que vai virando do avesso e derrubando tudo o que deve ser estruturado
    Ai me pego pensando, nas escolhas, nos carmas, em tudo que estudo sobre isso
    As consequências de um país e quem vive nele por estar em guerra, a escolha do líder, de quem concorda e de quem apenas é consequência das escolhas alheias
    O mundo começou a entrar em uma espécie de colapso em 2000
    E você escolheu dormir em 2005
    E nossas vidas entraram em colapso pela sua escolha
    Fomos atingidos brutalmente
    Perdemos um dos nossos melhores heróis durante a batalha, seu pai
    Sua mãe a melhor guerreira e batalhadora que possa existir,
    hoje sente em seu corpo as dores de tantos anos de luta contínua, sempre com um sorriso no rosto
    Porque você depois de sua escolha, não permaneceu de olhos fechados e em total silêncio
    Você lança olhares que dizem muito, choros, risos, palavras que nos fazem te ter mais perto e de nos dar uma esperança sem limites
    Sua escolha, consequência para muitos, consequência para nós
    Temos que fazer o melhor dela então, temos que acreditar que sua escolha tem uma razão e sermos sempre melhores
    O mundo esta mexido, a Bubu esta mexendo na sua casa
    E nossas vidas muito mexidas por você sempre
    Eu sei que você me escuta e sabe que escrevo para você
    Como sabe tudo o que a Be escreve no Blog
    Estamos fazendo o melhor apesar de tudo Ita
    Porque o amor por você é atemporal
    Apesar, das lutas, guerras e perdas
    E precisamos de você
    E esperamos de você uma nova escolha

    “Enquanto todo mundo
    Espera a cura do mal
    E a loucura finge
    Que isso tudo é normal
    Eu finjo ter paciência”

    ❤️

    Curtir

  4. Desiree
    julho 20, 2014

    Be, uma pessoa assim como você, com tantos talentos, sabedoria e doçura, só poderia fazer três filhos assim, tão maravilhosos e abençoados…Deus sempre nos presenteia, apesar dos pesares…❤️

    Curtir

    • bettinabopp
      julho 21, 2014

      Minha linda, digo o mesmo de você e dos seus três filhotes lindos! Te amo, Desi querida!

      Curtir

  5. Bruna
    julho 21, 2014

    Que bom ouvir você contar das coisas do mundo e da gente. Sempre vai haver uma história nova que só você saberá como explicar.
    Te amo!

    Curtir

    • bettinabopp
      julho 21, 2014

      Eu só queria te contar que eu fui la fora e vi dois sóis num dia e a vida que ardia sem explicação, Bubu!
      E eu te amo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s